Powered by CIM|RC

na cidade

Os 61 mercados que tem de conhecer na Região de Coimbra

Além da brochura e mapa em português e inglês, a informação da Comunidade Intermunicipal está disponível na Internet.
Visitar um mercado ou feira é conhecer melhor a cultura de cada região

A Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra (CIMRC) lançou esta sexta-feira, 24 de novembro, a “Rota dos Mercados”. Trata-se de um roteiro que reúne os 61 mercados e feiras existentes no território e que tem como principal objetivo atrair turistas.

No mapa e brochura publicado pela CIMRC, disponível em português e inglês, é possível encontrar informação sobre cada um dos mercados e feiras dos 19 municípios (periodicidade, contactos e localização), bem como uma breve descrição daquilo que o visitante pode encontrar em cada um destes locais.

No fundo, e como explicou a vice-presidente Helena Teodósio, “não é só um projeto de promoção turística”. E explicou porquê: “permite sensibilizar os consumidores em adquirirem os produtos, de acordo com o calendário e em fortalecer laços entre produtores, consumidores e turistas”.

Raúl Almeida, presidente do Turismo Centro de Portugal, reconheceu que este projeto vai ajudar os visitantes a obterem o máximo de informação sobre os locais que pretendem visitar. É que, como referiu, “ao entrar no mercado, os turistas ficam a conhecer melhor a cultura, o património e a gastronomia desse território”. 

Na apresentação, feita no renovado Mercado Municipal de Vila Nova de Poiares, o secretário-executivo Jorge Brito salientou que este trabalho surge no âmbito de uma estratégia da comunidade em torno da gastronomia e dos produtos locais, mas também no âmbito da estratégia europeia “Do prado ao prato”, para aproximar os produtores dos consumidores.

“Os mercados precisam de pessoas, precisam de clientes, para que todo o ecossistema possa funcionar”, notou , considerando que o roteiro pode ser um “contribuinte líquido” para atrair as pessoas até aos mercados da região.

Para Jorge Brito, os 61 mercados e feiras da Região de Coimbra “demonstram a heterogeneidade” dos 19 municípios da comunidade, podendo essa informação ser consultada também na página criada para a Região Europeia da Gastronomia e que já reuniu a informação relativa à Carta Gastronómica da Região de Coimbra.

Com estes dois documentos, é possível salvaguardar e promover a gastronomia e os produtos endógenos dos 19 municípios da Região de Coimbra. Importante neste documento é o facto da informação que consta na brochura e mapa ter um papel educativo ao sensibilizar o consumidor sobre as vantagens de adquirir produtos de acordo com o calendário.

Esta abordagem permite assegurar uma qualidade superior dos produtos e proporcionar preços mais acessíveis, bem como ser impulsionador do aumento de produtores locais nestes locais. “Os mercados locais tiveram um decréscimo da sua representação e é importante estimulá-los. De que vale a obra física se não houver dinâmica associada?”, questionou Jorge Brito.

Carregue na galeria e conheça mais pormenores sobre esta rota.

Este artigo foi escrito em parceria com a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA