na cidade

O folclore regressa às ruas da Figueira da Foz com o Maio Florido

A iniciativa decorre todos os domingos do mês com duas paragens pela cidade. A entrada é gratuita.
Crédito de imagem: Município da Figueira da Foz.

A primavera é uma das estações mais desejadas do ano. É nesta época que as temperaturas ficam amenas, os dias são mais longos e já podemos sair de casa sem medo da chuva. Além disso, é sinónimo de flores que começam a desabrochar, apesar de não ser ótimo para as alergias, as ruas ficam sempre mais bonitas. 

Nesse sentido, todos os domingos deste mês, a Figueira da Foz tem uma surpresa para si. A mais recente iniciativa, Maio Florido, já começou a colorir a cidade, não só de flores mas também com música. O evento está integrado no projeto cultural CAE Fora de Portas, com o objetivo de promover a singularidade do concelho.

Por isso, a cada domingo poderá assistir a espetáculos com grupos musicais que vão estar espalhados pela Figueira da Foz. No passado dia 5 de maio, domingo, atuou o Rancho Folclórico de Maiorca e o Rancho Folclórico e Etnográfico os Ferreiros, por exemplo.

A programação foca-se na música tradicional portuguesa e muito folclore. No próximo dia 12 de maio, domingo, poderá assistir ao Grupo Mulheres de Tavarede, na esplanada Silva Guimarães, pelas 15 horas, e às 16 horas, no coreto do jardim municipal. Nesse mesmo dia, há ainda o rancho das cantarinhas de Buarcos, que atua às 15h30 no coreto do jardim municipal e, às 16h30, na esplanada Silva Guimarães.

No dia 19 de maio, domingo, o rancho etnográfico Os Cavadores do Saltadouro vai estar pelas 15 horas na esplanada Silva Guimarães e, às 16 horas, no coreto do jardim municipal. Entre esses horários, atua o rancho as Salineiras de Lavos, às 15h30, no coreto e, às 16h30, na mesma esplanada.

A 26 de maio, último dia da iniciativa, vai estar o rancho da Borda do Campo do conselho de moradores da Borda do Campo, às 15 horas, na esplanada e pelas 16 horas no coreto do Jardim Municipal. No mesmo dia, chega o rancho folclórico da Casa do Povo de Maiorca, às 15h30, ao jardim municipal e à esplanada, às 16h30. 

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA