na cidade

Está a chegar o festival que junta dezenas de artistas de rua em Penacova

O Festival Artes de Rua vai decorrer dia 2 de junho com 10 horas de animação. A entrada é livre.
Não vai querer perder.

Depois do sucesso da primeira edição do Festival Artes de Rua & Wine Fest, que decorreu no passado dia 4 de maio, o Festival Artes de Rua prepara-se para regressar às ruas de Penacova com diversas demonstrações de arte no centro histórico do concelho.

O evento está marcado para o próximo dia 2 de junho, com o principal objetivo de revitalizar o centro da vila através de atuações de artistas de rua, conhecidos nas grandes cidades. Durante 10 horas seguidas, poderá assistir aos melhores espetáculos.

O programa inclui espetáculos itinerantes, cuspidores de fogo, músicos de rua, mágicos, danças urbanas, magia e insufláveis pelos spots mais emblemáticos da vila. A iniciativa começa pelas 15 horas e só termina à meia-noite. A entrada é livre. 

Num evento em homenagem às artes de rua, não podia faltar a tão conhecida street dance. É caracterizada por “movimentos improvisados, ritmos musicais contemporâneos e uma forte influência da cultura jovem e da cultura hip-hop”, explica a organização. Lil’ Moves é composto por miúdos de três e cinco anos, a Urban Kidz 1 com elementos de seis e sete anos e ainda os Electric Dance com integrantes a partir dos 11 anos. 

No mundo do espetáculo vai estar ainda presente o Mau Olhado. O one-man-show do Porto, também conhecido como João Cardoso, recorre a loops e a vários instrumentos para captar a atenção do público. O seu projeto tem influências, que vão do fado ao jazz, sempre com groove e uma forte improvisação. 

Por último, não podia faltar o cuspidor de fogo, uma das mais antigas técnicas de arte de rua, que remonta à Idade Média. O Le Animateur é um artista performático que não cospe apenas fogo, “manipula um líquido inflamável para criar essa ilusão”. Para isso, o artista utiliza duas técnicas distintas: o sopro de névoa, em que sopra uma névoa fina de líquido inflamável na frente da boca e acende-a e o sopro de bola, forma uma bola de líquido inflamável na boca e acende-a.

O cartaz.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA