na cidade

Marchas Populares voltam a encher as ruas de Coimbra de milhares de visitantes

O evento decorre esta sexta-feira, 14 de junho, às 21h15. Estarão representadas nove marchas do concelho e quatro convidadas.
A diversão está garantida.

As Marchas Populares são um dos poucos eventos que conquistam a população há centenas de gerações. A tradição começou pelas ruas e bairros de Lisboa e os desfiles são famosos pela música tradicional portuguesa, milhares de manjericos, arraiais e os martelos de borracha a apitar. Em Coimbra, o cenário não é diferente. 

Ao longo dos anos, o evento tem atraído cada vez mais visitantes à região do centro e é claro que estamos a falar das Marchas Populares na Baixa de Coimbra. Este ano, as marchas estão marcadas para esta sexta-feira, 14 de junho, a partir das 21h15. 

O desfile passa por três artérias do coração da cidade, a Rua da Sofia, Praça 8 de maio e o Largo da Portagem. Os mais de 1000 marchantes divididos pelas 13 marchas vão espalhar por Coimbra muita música, dança e animação. Estão assim representados nove marchas do concelho e mais quatro grupos convidados. 

Pode contar com a presença da Marcha do Grupo Artístico de Ribeira de Frades, Marcha Popular de S. Martinho do Bispo, Marcha Popular de Ribeira de Frades, Marcha Popular da freguesia de Cernache, Marchas de São João de Vila Nova. Relativamente aos convidados, destacam-se ainda a Marcha da Vila de Soure, a Marcha de Vila Nova de Miranda do Corvo, Marcha de Vermoil e Marcha de Febres.

A ordem de atuação será sorteada, sendo que os grupos convidados são sempre os últimos a sair à rua. Este ano, a temática será livre para que cada marcha consiga trazer a sua essência e história até às ruas de Coimbra. Cada grupo é constituído por 70 a 80 marchantes. 

O evento é organizado pela Baixa de Coimbra e conta com o apoio do Município de Coimbra, Transportes Urbanos de Coimbra, União das Freguesias de Coimbra, Bluepharma e Lufapo Hub. A participação é gratuita para marchantes e público em geral.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por A Baixa de Coimbra (@baixadecoimbra)

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA