na cidade

Boas notícias: distrito de Coimbra recebe 13 distinções nos Prémios Cinco Estrelas

A iniciativa avalia o melhor que Portugal tem para oferecer. Conheça a lista de todos os vencedores conimbricenses.
Para os mais gulosos.

Nos últimos dias foram anunciados os vencedores do Prémio Cinco Estrelas Regiões. Existem dois critérios essenciais: a excelência e satisfação. O distrito de Coimbra passou no teste com grande distinção. Esta foi a sétima edição desta iniciativa, que pretende avaliar o melhor que há de norte a sul do País, tanto a nível de produtos, serviços e marcas.

Em sete anos, já venceram mais de 500 marcas, distinguidos 636 ícones regionais, escolhidos por 2 milhões de consumidores. A sua principal missão é “dar a conhecer (…) praias, monumentos, museus, aldeias e vilas ou cozinha tradicional, além de avaliar as marcas regionais e premiar as que se evidenciam pela sua excelência e elevado nível de satisfação global junto dos consumidores”, pode ler-se no site do concurso.

Este ano, a região do Centro recebeu 70 prémios, sendo que 13 pertencem ao distrito de Coimbra. A lista é longa: a empresa Saúde Até Si, na categoria apoio domiciliário; a Lusalar na categoria de lojas de artigos para o lar; o Fórum Coimbra, nos centros comerciais; Residências Montepio na categoria residências; Ópticas Lince nos serviços óticos.

O Fórum de Coimbra ganhou o Prémio Cinco Estrelas com a satisfação global de 80 por cento, o que se traduz num aumento de cerca 1 por cento face ao primeiro ano de participação. “É o resultado de muito trabalho e do reconhecimento de quem nos visita“, salienta João Vaz, diretor do centro comercial.

E continua nos concelhos de Vila Nova de Poiares, Cantanhede, Arganil, Montemor-o-Velho, Lousã e Mira. Aqui foi destacada a chanfana na categoria de cozida tradicional portuguesa, a Expofacic em feiras e romarias, a Aldeia de Piódão em aldeias e vilas, o Pastel de Tentúgal na doçaria regional, a Serra da Lousã em serras e montanhas e a praia de mira na categoria de praias. Juntam-se também as empresas, a funerária Boiça e a Pousadinha.

O Pastel de Tentúgal é um doce tipicamente português, criado por freiras carmelitas do Carmelo de Tentúgal nos finais XIX. A iguaria chegou a fazer parte dos finalistas das 7 Maravilhas da Gastronomia portuguesa.

Acredita-se que a receita nasceu pelas mãos de uma freira que ofereceu o doce aos miúdos da terra. Resolveu experimentar rechear a massa muito fina com doce de ovos e amêndoas crocantes. Mais tarde, este último ingrediente foi retirado devido ao custo elevado. A verdade é que a receita foi passando por diferentes gerações até aos dias de hoje, que continua a ser um dos favoritos dos portugueses.

“O cuidado e a paixão dos doceiros e comerciantes, assim como as receitas passadas de geração em geração, fazem da gastronomia do território um autêntico tesouro cultural”, salienta Célia Craveiro, chefe de gabinete do presidente do município Montemor-o-Velho.

A aldeia de Piódão também foi uma das grandes vencedoras da noite. Este é um dos locais escondidos e um pouco subvalorizados do País, que este ano até foi o spot escolhido para um misterioso livro policial. Fica apenas a uma hora do centro da cidade de Coimbra e promete encantar quem ainda não conhece a região. É famoso pelas paisagens instagramáveis e pelas tradicionais casas de xisto.

Carregue na galeria para conhecer as maravilhas que o esperam em Piódão.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA