na cidade

A praia fluvial “perdida” na Serra do Açor com água cristalina e uma beleza invulgar

O Poço da Cesta fica a 20 quilómetros de Arganil e é conhecido pelas paisagens naturais e blocos de pedra.
Para se refrescar este verão.

Apesar do verão ter começado oficialmente há umas semanas, as previsões meteorológicas nem sempre coincidiram com esta época. Depois de um longo período de temperaturas inconstantes, alguma chuva e trovoada parece que o calor veio para ficar mesmo a tempo das férias de verão.

As praias são um dos locais mais populares para se refrescar. Há quem prefira a agitação dos grandes areais e das ondas do mar, outros só conseguem descansar junto do sossego da natureza. O distrito de Coimbra tem propostas para todos os gostos. Por isso, se faz parte do grupo que prefere o silêncio e águas mais calmas, talvez queira conhecer a Praia Fluvial do Poço da Cesta, em Arganil. 

Este “tesouro” fica escondido em Casal Novo, que pertence à União das Freguesias de Cepos e Teixeira. Esta localidade é um pequeno bairro situado na Serra do Açor, a cerca de 20 quilómetros de Arganil e 30 quilómetros de Pampilhosa a Serra.

A sua história remonta até 1297, quando Pedro de Aragão, irmão da Rainha Santa se fixou em Portugal. Primeiro trabalhou para D. Dinis como mordomo-mor e quando se casou a cerimónia foi celebrada em Arganil, altura em que fundou os primeiros passos da região e construiu a capela de S. Pedro. Foi a partir daí que tudo evoluiu.

Centenas de anos depois, Arganil continua a ser um segredo por desvendar. O concelho é banhado pelas margens dos rios Alva e Ceira, que criam pequenas zonas de lazer pouco procuradas. Uma delas é a Praia Fluvial do Poço da Cesta, que conta com uma beleza particular devido à presença de enormes blocos de pedra junto ao rio, o que cria pequenas áreas onde pode deixar a toalha e descansar um pouco ao sol, enquanto lê um livro. 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Belchi FPV (@belchi_fpv)

Esta aparência nasceu naturalmente, devido à força e persistência do rio. Uma vez que o leito do rio se movimenta entre os blocos de pedra, ao longo do tempo começam a aparecer sinais de desgaste que resultam nos grandes espaços de água que relembram pequenas cestas. Além disso, há ainda pequenas quedas de água que pode apreciar nos dias de maior calor. 

A juntar à sua beleza rara, a praia está rodeada de natureza. Podemos encontrar um extenso arvoredo composto por amieiros, choupos e salgueiros e enormes arbustos que proporcionam grandes áreas de sombra. A água é clara e limpa que convida imediatamente ao banho. Os amantes de pesca também estão convidados, já que o rio Ceira é conhecido pela abundância de trutas.

O acesso nem sempre é o mais fácil, daí que se recomenda um cuidado especial. O caminho faz-se sobre as pedras e, por vezes, pode ser escorregadio pelo contacto direto com a água, o que não o torna acessível e inclusivo a pessoas com deficiências ou dificuldades motoras. No entanto, a vista vale o esforço até chegar lá. 

Para mergulhar nesta experiência em Arganil, pode ainda ficar alojado e conhecer o Casa do Loureiro apenas a 30 minutos da praia. A unidade é composta por dois chalés com dois ou três quartos cada um. É composta por televisão, kitchenette equipada com frigorífico e microondas, casa de banho privativa, varanda e vista para o jardim ou montanha. 

Carregue na galeria para conhecer a Praia Fluvial do Poço da Cesta, em Arganil.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA