Powered by CIM|RC

na cidade

A nova vila em Soure com uma piscina salgada perfeita para umas férias exclusivas

A Villa das Rosas é a mais recente aquisição do Villa Pedra Natural Houses. Leva até seis pessoas e tem uma vista deslumbrante.
Perfeito para férias em família.

A Villa Pedra é uma pequena aldeia, que estava abandonada há mais de 80 anos. Manuel Casal, um dos proprietários, morava em Lisboa onde tinha uma loja de roupa, mas procurava um espaço remoto onde pudesse descansar. Com a ajuda de amigos, Manuel encontrou uma aldeia completamente destruída. Adquiriu a primeira casa, em 2002, reconstruiu o espaço e criou diversas vilas privadas perfeitas para umas férias descansadas.

Priscila Louro, um dos membros da equipa, explicou-nos tudo. “Neste momento, temos 11 alojamentos disponíveis. São casas de pedra, tradicionais da região de Soure”. Todas possuem jardins privados, separados e estão totalmente equipadas.

As vilas assumiram os nomes de ervas aromáticas, árvores ou plantas que se encontram nas redondezas dos jardins: Jasmim, Alecrim, Cerejeira, Limoeiro, Amendoeira, Loureiro e Nespereira. A juntar-se a esta lista, tem ainda duas antigas escolas primárias transformadas em alojamentos. Todas elas contam com uma piscina de água salgada comum.

“Infelizmente, deixaram de existir miúdos e, por isso, as escolas foram obrigadas a fechar. Também eram construções antigas e o senhor Manuel viu potencial em cada uma das construções”, explica Priscila. Os dois alojamentos encontram-se ligeiramente afastados da Villa Pedra e funcionam de forma diferente. “São moradias independentes, decoradas com quadros de giz e outros elementos escolares”. Por essa razão, são das opções mais procuradas por famílias ou amigos.

As vilas foram reconstruídas uma de cada vez, desde 2002, sempre com o cuidado de utilizar materiais idênticos. Por exemplo, as telhas igualam as originais e todas as técnicas utilizadas foram antigas. Nas paredes utilizou-se a pedra calcária coberta de uma massa feita com areia do rio, azeite e gordura animal, que funcionam como isolante. Por cima, leva ainda um pouco de cal hidráulica, que confere o tom ocre, sem qualquer pintura.

É esta técnica que permite que a humidade saia, ajudando a manter as casas quentes no inverno e frescas no verão. Na decoração, também existe um cuidado acrescido para manter as antiguidades portuguesas como os móveis, tapetes e outros objetos.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Villa Pedra Natural Houses (@villapedra)

Somando-se a estes alojamentos únicos, nasceu a Villa das Rosas. Apesar de todas serem recatadas, a mais recente vila é a mais privada de todas. “Está situada mais ao cimo da Serra, por isso tem uma vista privilegiada e desafogada” salienta. Em relação às restantes casas, a das Rosas possui ainda uma piscina privada de água salgada. No total, a casa tem 207 metros quadrados no interior.

Se procurar sair da Villa da Pedra, o staff está pronto para lhe dar as melhores sugestões de restaurantes nas redondezas. Além disso, conta com o apoio de diversos parceiros para atividades, entre elas, passeios de jipe, massagens de relaxamento e ainda workshops de cerâmica.

Caso prefira comer em casa, existem duas tarifas para escolher no momento da reserva: com e sem pequeno-almoço. Se escolher a primeira opção, acrescenta 30€ ao preço final e irá receber pão fresco, feito à mão e bolos tradicionais. Também serão colocados produtos no frigorífico, no momento da limpeza da casa e só precisa de usufruir. Todos os dias, os alimentos são mudados no serviço de limpeza da casa.

Pode reservar a sua estadia, por exemplo, através da plataforma online. O valor varia consoante a vila que pretender. Por exemplo, na Villa da Nespereira, cada noite tem um custo de 215€, já na Villa Jasmin os preços começam nos 125€. Na nova Villa das Rosas, só pode reservar três noites, no mínimo, pelo preço de 490€.

Carregue na galeria para conhecer melhor as novas instalações da Villa Pedra.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua do Rechio e Seladas, Cotas
    3130-092 Pombalinho
ESTILO
alojamento local
PREÇO MÉDIO
mais de 250€
AMBIENTE
familiar

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA