fit

Os 10 trilhos deslumbrantes para conhecer os “segredos” naturais do distrito

Aproveite o bom tempo e prepare-se para o verão com algumas caminhadas que passam por cascatas, Aldeias de Xisto e bosques.
Há caminhos para todos os gostos.

Quando visitamos um novo spot, existem diversas opções na bucket list. Há quem prefira passar por todos os restaurantes e tascas locais à procura da melhor comida tradicional e quem acorde cedo para colocar o número de passos em dia. Se faz parte do segundo grupo de pessoas, temos uma ótima notícia. A NiC sugere-lhe novos trilhos para conhecer o distrito de Coimbra com outros olhos. 

As caminhadas são a aposta mais comum para quem procura exercitar o corpo. Além de ser uma forma de nos mantermos ativos, esta prática combate a osteoporose, aumenta a sensação de bem-estar, diminui a sonolência e, por consequência, ajuda no processo de emagrecimento.

Por isso, a nossa redação reuniu as melhores propostas pela natureza, por todo o distrito. Ao todo, são dez trilhos para quem procura conhecer melhor a região do centro ou apenas fugir da rotina acelerada da cidade. A melhor parte é que são todas gratuitas e pode levar a família.

Se quiser conhecer melhor a região de Cantanhede, temos a Rota das Areias Douradas. É uma pequena rota circular com quase seis quilómetros de distância. Começa na Zona Dunar da Praia da Tocha e pode conhecer a riqueza patrimonial ligada à pesca, ambiente florestal e as respetiva fauna e flora. 

Para os amantes de vinho, ainda em Cantanhede, temos a Rota da Vinha. É um percurso circular inserido no projeto “Mar e Zonas Dunares”, com um total de 14 quilómetros, que o leva entre as vinhas da Região da Bairrada, também conhecida pelo leitão

A caminhada começa na povoação da Cordinhã e leva-o até à descoberta da linha férrea desativada que liga a Figueira da Foz à Pampilhosa. É aconselhada em qualquer altura do ano, desde as vindimas de outono, à poda no inverno, à floração na primavera e à “poda verde” no verão.

Em Miranda do Corvo, seguimos com duas sugestões, com dificuldades distintas. Pode começar pelo Caminho do Xisto Acessível do Gondramaz, que dura pouco mais de meia hora. O percurso é linear e começa pelo caminho florestal perto da aldeia do Gondramaz, terminando no núcleo da aldeia. 

Este caminho é acessível a qualquer pessoa, independentemente das suas limitações e todos os equipamentos públicos da aldeia foram adaptados para pessoas com incapacidade. Por isso, o trilho possui um piso específico para facilitar a caminhada. 

Caso procure aventura, pode preferir o Caminho do Xisto de Gondramaz: nos passos do moleiro. Ao contrário do percurso anterior, este possui elevada dificuldade, apesar de continuar a ser linear. A caminhada liga a aldeia de Gondramaz até ao Parque de Merendas da Chapinha ou ao Espinho e pode ser realizado em dois sentidos.

O percurso promete ser uma verdadeira viagem no tempo, ao recordar o trajeto que era antigamente feito pelos moleiros. A natureza é um dos pontos fortes e pode contar ainda com algumas cascatas pelo caminho, onde se pode refrescar nos dias quentes.

Carregue na galeria e descubra os percursos pedestres, que vão levá-lo a conhecer as melhores paisagens do distrito de Coimbra.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA