fit

Mundial de Polo Aquático traz jovens nadadoras de todo o mundo a Coimbra

É a terceira cidade do País a receber a competição. Portugal estreia as meias-finais com jogo contra o Cazaquistão.
Federação Portuguesa de Natação é promotora do evento.

Depois do Porto, em 2007, e do Funchal, em 2019, foi a vez de Coimbra receber o Mundial de Polo Aquático Feminino Sub20 em nome do País. A competição desportiva começou na passada sexta-feira, 8 de setembro, e permanece na cidade até à próxima sexta-feira, 15 de setembro, juntando cerca de 300 dos jovens desportistas que mais se destacam nesta modalidade.

O presidente da Federação Portuguesa de Natação, António José Silva, mostra-se, segundo o site oficial da organização, “entusiasmado com a escolha de Coimbra” para acolher o torneio e afirma que a entidade, promotora do evento, “está ansiosa por este novo desafio”.

O evento bianual reúne, no Centro Olímpico de Piscinas Municipais de Coimbra, 20 seleções de diferentes zonas do globo, o que resulta num aumento face a edições anteriores, que permitiam apenas 16 equipas. Na fase de grupos, Portugal encontrava-se no Grupo C, juntamente com a África do Sul e a Nova Zelândia.

Depois da etapa de grupos, oito das 20 equipas ficariam na primeira divisão e 12 na segunda. As seleções da primeira divisão e as quatro melhores da segunda avançariam na conquista pelo primeiro lugar, enquanto as restantes jogariam entre si para se classificarem entre o 13.º e o 20.º lugares.

Portugal está apurado para as meias-finais, sendo que o confronto entre a equipa lusitana e o Cazaquistão, marcado para as 9 horas de 15 de setembro, vai estrear essa fase da competição. A seleção vencedora da edição anterior, ocorrida em 2021, foi a espanhola, que disputou a final com a Grécia na cidade israelita de Netanya.

A equipa portuguesa.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA