Powered by CIM|RC

cultura

A nova exposição do museu de Coimbra é dedicada aos fãs de arquitetura

A iniciativa inclui uma conversa e visita guiada com os arquitetos, de entrada gratuita, no próximo dia 13 de janeiro.
A atividade é gratuita.

Nem sempre é fácil estar a par das novidades que vão surgindo pela cidade. Por exemplo, na área da cultura, Coimbra tem uma agenda bastante preenchida, que inclui concertos, peças de teatro, entre outras atividades. A próxima iniciativa é dedicada a todos os fãs de arquitetura.

Este sábado, 13 de janeiro, pelas 16 horas, vai poder participar de forma gratuita na “Conversa e Visita Guiada com os arquitetos e os artistas representados”. O objetivo é ficar a conhecer o Museu de Coimbra com mais detalhe, no âmbito da exposição, “Todos os tempos se cruzarão”.

A ideia é mostrar como, em contextos adversos, a arquitetura e a arte são utilizadas como estratégias, que “estruturam o território, o recriam e reavivam o seu tecido mais profundo, retomando as suas possibilidades esquecidas, consolidando-o”, pode-se ler nas redes sociais. Por isso, pode contar com oito propostas, que pretendem reforçar a identidade do local e a sua capacidade de estruturar o tempo.

No evento terá a oportunidade de conversar com os artistas e arquitetos envolvidos no projeto sobre as peças expostas, com direito a uma visita guiada. A exposição vai estar patente até 2 de março, entre as 13 e as 18 horas. Encerra apenas às segundas-feiras e feriados.

Nesse dia e no âmbito da mesma iniciativa, vai poder assistir à apresentação do livro, “Margens Convergentes”, com José António Bandeirinha, pelas 18 horas. Além de ser autor, arquiteto e professor, é também o presidente do Concelho Municipal de Cultura em Coimbra. Esta iniciativa é promovida pela Câmara Municipal de Coimbra, o Círculo de Artes Plásticas de Coimbra, a Universidade de Coimbra, o Centro de Estudos Sociais, o Departamento de Arquitetura e pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Município de Coimbra (@municipiodecoimbra)

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA