Powered by CIM|RC

cultura

Sydney Sweeney: a atriz que podia ser mecânica e adora restaurar carros vintage

A vocação da intérprete de “Todos Menos Tu” nasceu após a mãe a incentivar a ser mais "independente".
A atriz é aficionada por carros

Quando não está em gravações, Sydney Sweeney tem uma grande paixão: restaurar carros antigos. A atriz reconhecida pela participação em “Euphoria” é também protagonista de “Todos Menos Tu”, filme que chega esta quinta-feira, 28 de dezembro, às salas de cinema nacionais.

Habitualmente reconhecida pela sua beleza, Sweeney começou a desenvolver a paixão pelos bólides clássicos ainda miúda.

“Sempre fui uma grande fã de veículos antigos”, revelou numa entrevista à “Harper’s Bazaar”. “Tinha duas babysitters que eram irmãs gémeas e também pilotavam automóveis de corrida. Eu ia muito às pistas e pensava: ‘Quando crescer também quero ser piloto de corrida’”, recordou. O objetivo profissional acabou por ser descartado, mas a paixão por automóveis nunca esmoreceu.

Nos últimos tempos, artista “ganhou” um espaço para trabalhar nos seus veículos na garagem de um amigo da família. Recentemente restaurou um Ford Bronco de 1969, com pintura vermelho cereja.

“O pai do meu melhor amigo, Rod Emory, reconstrói e repara Porches clássicos”, explicou Sweeney. “Levei o Bronco para a garagem dele e ele arranjou-me uma secção só para mim. Mudei a transmissão, os travões, todo o interior – praticamente tudo no carro é novo”, revelou, confessando que, entretanto, comprou um segundo automóvel deste modelo, mas em azul bebé. A nova aquisição recebei o carinhoso nome de Britney.

A atriz criou até uma conta no TikTok, a @syds_garage, para publicar os vídeos dos vários veículos que tem restaurado. A dedicação de Sweeney chamou a atenção de marcas como a Ford e a Dickies, tendo recebido um convite para colaborar numa linha de peças para usar na garagem.

O desejo de aprender o ofício do restauro foi espicaçado pela mãe, que sempre a incentivou a ser independente. “Quando andava a tirar a carta de condição só me deixava conduzir carros com caixa manual. Só me deixava guiar os que tinham mudanças”, revelou no talk-show da cantora Kelly Clarkson, acrescentando que também aprendeu a trocar os pneus.

No programa, Sydney recordou que durante as gravações de “Todos Menos Tu”, que decorreram na Austrália, alguns elementos do elenco tinham de conduzir veículos com caixa manual e no sentido contrário ao que estavam habituados. “Fui a única da equipa capaz de o fazer”, vangloriou-se.

O novo filme, co-protagonizado pela atriz de “White Lotus” e Glen Powell (“Top Gun: Maverick”, “Hidden Figures”), é uma comédia-romântica. “Dois antigos colegas de faculdade e arqui-inimigos reencontram-se anos depois da graduação. Ambos convidados de um casamento num local distante, fingem ser um casal. E acabam por se apaixonar a sério”, lê-se na sinopse oficial do filme.

A longa-metragem, que chega aos cinemas portugueses esta quinta-feira, tornou-se bastante mediática após surgirem rumores que os dois atores estariam a viver um romance na realidade. Sydney e Glen já desmentiram publicamente os boatos.

O ano de 2024 advinha-se auspicioso para a atriz. Sweeney integra o elenco de “Madame Web”, uma das apostas da Marvel para o próximo ano, e em trabalhos que a vão tirar da “zona de conforto”, como no thriller de sobrevivência de Ron Howard, “Eden”, ou no terror-psicológico de “Immaculate”.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA