Powered by CIM|RC

cultura

Sam Mendes vai fazer 4 filmes sobre os The Beatles — um para cada elemento

É a primeira vez que obras sobre Paul, Ringo, John e George têm o total apoio dos artistas (ou das suas famílias).
Ainda temos de esperar alguns anos.

John Lennon, Paul McCartney, Ringo Starr e George Harrison: quatro nomes que, independentemente da idade, são imediatamente reconhecíveis para quem os lê ou ouve. Os quatro elementos dos The Beatles vão ser o foco de quatro filmes biográficos do realizador Sam Mendes — um para cada elemento, portanto.

“Sinto-me muito honrado por poder contar a história da maior banda de rock de sempre, e estou muito entusiasmado por desafiar a ideia daquilo que merece uma ida às salas de cinema”, disse o cineasta de 58 anos em comunicado.

As obras vão ser distribuídas e financiadas pela Sony Pictures Entertainment. Deverão ser lançados em 2027, de uma forma “inovadora que vai quebrar muitos dos padrões estabelecidos”. Paul e Ringo já mostraram o seu apoio aos filmes, assim como as famílias de John Lennon e George Harrison, que morreram em 1980 e 2001, respetivamente.

Esta é a primeira vez que os artistas e os seus familiares dão a sua benção a um trabalho baseado nos The Beatles. Isto não impediu, contudo, que fossem alvo de diferentes produções ao longo dos anos, desde “Get Back” de Peter Jackson a “Let It Be“, de Michael Lindsay-Hogg, que abordava o término do grupo.

“Pretendemos que isto seja uma experiência cinematográfica épica e entusiasmante: quatro filmes, todos contados a partir de perspetivas diferentes, mas que no fim contam uma única história”, acrescenta.

Sam Mendes já realizou vários filmes de sucesso. Em 2000, ganhou o Óscar de Melhor Realizador graças a “Beleza Americana”. Também já trabalhou em fenómenos como “007: Skyfall” e “Penny Dreadful”.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA