cultura

O melhor da música portuguesa regressa a Coimbra com o festival Pita Sanita Sound

O evento está marcado para o dia 27 de abril, no Jardim da Sereia. Conheça todos os músicos que vão atuar nesta edição.
A entrada é livre.

O festival Pita Sanita Sound está de volta para a terceira edição no Jardim da Sereia, no próximo sábado, dia 27 de abril. A melhor parte é que a entrada é gratuita. O cartaz já está completo e o talento é sempre assegurado.

Os Cassete Pirata vão marcar presença como cabeças de cartaz e preparam-se para ser um dos grandes nomes da música indie, em Portugal. A banda tem vindo a crescer nos últimos anos com o lançamento dos discos “A Montra” (2019) e “A Semente” (2021). Já passaram pelos palcos dos mais diversos festivais de verão como, por exemplo, Bons Sons, Festival Impulso, Festival Essência, Enterro da Gata, North Music Festival.

Filipe Karlsson é outro dos nomes confirmados. O jovem músico já tem mais de 49 mil ouvintes mensais no Spotify e, além do festival Pita Sanita Sound, vai marcar presença no Rock in Rio Lisboa, a 22 de junho. O músico estreou-se em 2020, com os EPs “Teorias de Bem Estar” e “Modéstia à Parte”, assumindo-se como uma das figuras mais singulares na música portuguesa. No início do ano, lançou o tema “Compromisso”, produzido em parceria com Velhote do Carmo e que fará parte do novo álbum. 

Também pode contar com a presença dos Plena&tudo, que regressam novamente este ano e os Grand Sun, uma banda lisboeta que participou “última edição do Eurosonic Noorderslag, o mais importante festival de showcases da Europa”, explica a organização. O cartaz conta ainda com a participação de João André Oliveira, um DJ conimbricense que dará inicio ao sunset. A organizadora do festival, Orxestra Pitagórica, também irá subir ao palco e animar o público com os temas “Tabaco”, “Comboio” ou “OnlyFans”.

A questão ambiental é outra das preocupações da organização. Por isso, o festival terá disponíveis diversos copos reutilizáveis e “compromete-se a plantar 20 árvores na cidade de Coimbra, sob indicações da Divisão de Ambiente da Câmara Municipal de Coimbra”. O objetivo é diminuir a pegada ecológica do festival. O evento é organizado pela Orxestra Pitagórica da Secção de Fado da Associação Académica de Coimbra, com o apoio da rádio Antena 3 e da Câmara Municipal de Coimbra.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA