cultura

O festival Cinemor regressa a Montemor-o-Velho para celebrar a criação e arte

A 46.ª edição do evento arranca a 19 de julho e vai até 10 de agosto. Não há preços fixos, os espectadores podem escolher o que pagar.
Está prestes a chegar.

O verão ainda agora começou e a música está longe de terminar. Desta vez, as temperaturas voltam a subir com o Festival Citemor, que inclui um longo programa de atividades desde teatro, dança, cinema e artes visuais, entre os dias 19 de julho e 10 de agosto. E a melhor parte é que passa em três concelhos do distrito: Coimbra, Montemor-o-Velho e Figueira da Foz.

O Citemor é considerado o festival mais antigo do País, uma vez que está ativo há cerca de 50 anos. Este ano regressa com a 46.ª edição. Segundo a organização, o evento sublinha “a vocação produtora do festival e consagra Montemor-o-Velho como lugar de criação”, através da promoção de pesquisa, a experimentação, a criação e a inovação artísticas.

O festival mantém a abertura no Teatro Académico de Gil Vicente, com Diana Niepce no âmbito da comemoração dos 50 anos do 25 de abril. A atuação é inspirada no texto “Sobre o Teatro de Marionetes”, de Heinrich Von Kleist, que incita a reflexão sobre a marginalização e exclusão de comunidades fora da norma.

O programa continua em Coimbra no dia seguinte com a estreia de Francisco Camacho & Magnum Soares. O dueto parte das raízes dos seus criadores e por onde passaram. “Um é brasileiro e o outro português e liga-os a um terceiro continente, África, de onde vêm os ascendentes de Magnum e onde Francisco passou a infância”, acrescenta a organização. A estreia está marcada para o dia 20 de julho, sábado, às 21h30, no Teatro da Cerca de São Bernardo.

Já na segunda semana, o Citemor vai estar na Figueira da Foz, no dia 24 de julho, a partir das 22h30, com a apresentação da experiência visual Videoarte em Movimento. Já no dia 25 de julho, o cenário passa para Montemor-o-Velho para uma peça de teatro “Búfalos”, de Juan Miró, com a encenação de Pedro Carraca. 

No acesso a todos os espetáculos programados é o espectador que define o preço do bilhete, de acordo com a sua disponibilidade e expectativas. As reservas devem ser feitas através do email (reservas@nullcitemor.com) ou do telemóvel (965 066 746). As reservas são efetivas quando validadas pelo serviço de bilheteira e ficam disponíveis até meia hora antes do início do espetáculo.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA