Powered by CIM|RC

cultura

O Exploratório faz anos e vai ter uma nova exposição sobre a água

Espaço que celebra 27 anos inaugurou recentemente o Labirinto com um babylab e reformulou toda a oferta expositiva.
Exposição é um alerta e uma oportunidade para todos cuidarmos deste bem essencial.

Sabia que são precisos cerca de 2500 litros de água para produzir apenas uma T-shirt (água suficiente para encher 30 banheiras) e 7000 para um par de calças de ganga? O Exploratório — Centro Ciência Viva de Coimbra tem uma nova mega exposição sobre esta temática de visita obrigatória para a família toda. Chama-se “Água — uma exposição sem filtro” e vai estar aberta ao público a partir deste domingo, 27 de novembro. 

A exposição que pode ser visitada diariamente, das 10 às 13 horas e das 14 às 18 horas, assinala o 27.º aniversário do Centro de Ciência Viva de Coimbra e o Dia Nacional da Cultura Científica (24 de novembro) e é apresentada numa altura em que a escassez de água começa a atingir severamente o País e afeta milhões de pessoas em todo o mundo.

“Água — uma exposição sem filtro” é, ao mesmo tempo, “um alerta e uma oportunidade para que todos nós, miúdos e graúdos, cidadãos e entidades oficiais, educadores e investigadores, assumamos a quota-parte da responsabilidade que nos cabe no uso eficiente desse bem precioso que permite a vida na Terra: a água”, refere o Exploratório na apresentação desta nova mostra. 

Composta por 30 módulos interativos, a exposição desafia os visitantes a assumirem um compromisso pela água, numa apresentação em três línguas: português, inglês e espanhol. Em quatro áreas temáticas são explorados os contrastes entre a vida com e sem acesso a água, em cenários presentes e futuros. Os miúdos vão adorar e aprender ao mesmo tempo e os adultos também não vão ficar indiferentes. 

Com produção Ciência Viva — Pavilhão do Conhecimento, esta exposição dá voz ao direito básico a água potável com a ajuda da ciência, da tecnologia e o compromisso de todos. Num registo “positivo, cativante e acima de tudo consciente”, convida a experimentar e a descobrir as múltiplas facetas da disponibilidade e uso deste bem essencial. A exposição surge no contexto da Década Internacional para a Ação — Água para o Desenvolvimento Sustentável e enquadra-se no objetivo seis das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável: água e saneamento para todos até 2030.

Esta mostra passará a ser uma exposição permanente do Exploratório e a intenção é que se mantenha pelo menos até 2024, disse à New in Coimbra fonte da instituição. Com este novo espaço e depois da abertura do Labirinto, com um babylab, inteiramente dedicado a bebés e pequenos exploradores, o Centro de Ciência Viva de Coimbra dá por completa a reformulação total da sua oferta expositiva. 

Os bilhetes para a “Água — uma exposição sem filtro” custam a partir de 6€ e podem ser adquiridos diretamente no Exploratório. Se quiser passar o dia todo com os miúdos a explorar pode visitar também a livraria Faz de Conto e comer uma refeição ligeira na cafetaria Proteína

A inauguração oficial da exposição está marcada para sábado, dia 26 de novembro, às 17 horas, numa sessão presidida pela ministra da Agricultura e Alimentação, Maria do Céu Antunes. A sessão contará com a presença de Rosalia Vargas, presidente da Ciência Viva — Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, e de Paulo Trincão, diretor do Exploratório.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rotunda das Lages, Parque Verde do Mondego
    3040-255 Coimbra
  • HORÁRIO
  • Todos os dias da semana das 10h às 13h e das 15h às 18h

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA