cultura

Tudo o que sabemos sobre a Queima das Fitas de Coimbra

O evento tem uma duração de nove dias, de 24 de maio a 1 de junho, e conta com atuações de músicos nacionais e internacionais.
Ainda há bilhetes.

A Queima das Fitas é um dos momentos mais importantes na vida de qualquer estudante. No fundo, representa o encerrar do ciclo de estudos superiores e a entrada na vida profissional.

A tradição nasceu no século XIX, onde se queimavam as fitas de algodão, utilizadas para guardar as sebentas. Estas fitas tinham a cor da faculdade em questão e eram queimadas como simbolismo de “libertação da sebenta”, que afligia os estudantes. Ao longo dos anos, esta tradição evoluiu para grandes festas e verdadeiros festivais de música. Um dos casos mais populares é Coimbra. 

A Queima das Fitas de Coimbra acolhe estudantes e não estudantes de todo o País e dezenas de milhares de pessoas à região centro. Este ano, a festa com o lema “Coimbra de saudade, 125 anos para a eternidade”, está marcada para os dias 24 de maio e 1 de junho.

O evento contou com um investimento total de 600 mil euros e o responsável, Carlos Missel, salienta que este é um dos cartazes “mais bem conseguidos dos últimos anos”. A queima irá decorrer no Parque da Canção e espera receber 25 mil pessoas por dia. Além disso, esta edição conta novamente com o Dia do Antigo Estudante, 1 de junho, com o objetivo de juntar gerações distintas num só recinto. 

Os bilhetes estão disponíveis online em passes diários ou gerais. Cada dia tem um valor de 12€ por estudante e 15€ para não estudantes. Já a entrada geral tem um custo de 65€.

Além da grande festa, estão previstas mais de 60 atividades. A Queima das Fitas arranca com a Serenata Monumental, a partir da meia-noite de 24 de maio. O cortejo dos fitados acontece a 26 de maio e o Baile de Gala das Faculdades no dia 21 de maio. 

Descubra todos os artistas que vão passar pela Queima das Fitas este ano e os respetivos dias.

24 de maio 

— Piruka.

— Matuê.

25 de maio

Nininho Vaz Maia.

— Hybrid Theory.

— Grupo de cordas Estudantina Universitária de Coimbra.

— Orquestra típica e rancho.

26 de maio

— Pimba Misto by Insert Coin.

— Ruth Marlene.

— Iran Costa.

— Jorge Guerreiro. 

— Quim Barreiros.

— Quantunna.

— FAN-Farra Académica de Coimbra.

27 de maio

Soraia Ramos.

Mike Towers.

— Mondeguinas Tuna Feminina da Universidade de Coimbra.

— Estudantina Feminina de Coimbra.

28 de maio

— Menos é mais.

Cláudia Leitte.

— Dj Guuga.

— Phartuna.

29 de maio

— Van Zee.

— James Bay.

Vini Vici. 

— Coral Quecofónico do Cifrão.

30 de maio

— Jüra.

Dillaz.

Slow J.

— Desconcertuna.

— Orxestra Pitagórica.

31 de julho

— Regula.

Profjam.

— Lon3r.

— Johny.

— As Fans.

— Grupo de fados e Guitarradas.

1 de junho

Rui veloso.

Excesso

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA