cultura

Em Soure, as Festas de São Mateus duram 7 dias

Gipsy Kings com Tonino Baliardo são os cabeças de cartaz das tradicionais festas concelhias. Decorrem entre 20 e 26 de setembro.
Gipsy Kings com Tonino Baliardo.

O mês de setembro, em Soure, é sinónimo das tradicionais Festas de São Mateus, organizadas pela Câmara Municipal de Soure. Este ano, os festejos decorrem entre 20 e 26 de setembro e englobam as comemorações do Dia do Município que se assinala a 21 de setembro.

Tratam-se das maiores festas do concelho e que prestam homenagem ao apóstolo Mateus. Em simultâneo, representam uma das maiores peregrinações e romarias da região do Baixo Mondego, Gândaras e norte da Estremadura. A sua importância está provada desde tempos ancestrais, “provavelmente desde a construção no século XII por Rício de uma ermida em sua honra nos arredores da vila de Soure, num local denominado como monte de S. Mateus, cuja origem pode ser testada numa lápida grafada sobre o cenotáfio de Ríco (Rijo)”.

A fé e o acreditar nos feitos como santo milagreiro Mateus leva a que, desde tempos remotos, este espaço concelhio funcione como epicentro de muitos devotos, peregrinos e romeiros que cumprem promessas e ofertas prometidas ao longo dos anos. As preces mais frequentes, de acordo com a história, pretendem ajudar a resolver pequenas mazelas de ordem física ou solicitar a proteção dos animais, searas e pomares. 

A tradição indicava que as ofertas resultariam de produtos roubados durante o percurso dos devotos e ranchos a caminho de S. Mateus e depositados no altar do santo, mas tal parece resultar da adulteração da doutrina de S. Mateus. Noutros tempos, era normal depositar abóboras e espigas (milho e trigo, centeio e arroz), uvas e frutas das novidades, rãs e sapos, lagartixas e gafanhotos, pulgas e moscas, aguardente e vinhos. Atualmente, junto ao altar de S. Mateus, apenas são depositadas flores.

As velas de cera são queimadas num local próprio e as ofertas rececionadas pelos mordomos e depositadas na sacristia. Além do dinheiro, da cera e das flores são entregues produtos da lavoura, bebidas, enchidos, entre outros. Um ofertório de época que é passível de leiloar com os lucros a reverterem para a conservação da ermida.

Para assinalar estes feitos, o município de Soure tem organizado as Festas de São Mateus em conjunto com a FATACIS — Feira de Artesanato, Turismo, Agricultura, Comércio, Indústria de Soure (esta última dinamizada pela Associação Empresarial de Soure). Trata-se de um certame fundamental para a promoção e divulgação dos mais variados ramos da atividade económica que o concelho tem para oferecer.

A feira das nozes, das cebolas e da madeira e a feira generalista são outros dos ingredientes que convidam a uma visita ao concelho durante este período. Para atrair mais público, foi preparado um cartaz musical para todos os gostos. No dia 20 de setembro (quarta-feira), as festas iniciam-se com um espetáculo de tributo a Tina Turner, interpretado por Sónia Costa, que recordará os principais êxitos da artista recentemente falecida.

No dia 21 de setembro (quinta-feira), além da Cerimónia Solene do Dia do Município, terá lugar o concerto de Lucky Duckies, conhecidos pelo seu estilo rock’n’roll e, particularmente, pela alusão a Elvis Presley. A noite de sexta-feira, dia 22 de setembro, é dedicada ao público mais jovem, com a final do Festival Metamorfose, onde se ficará a conhecer o grande vencedor da edição de 2023, bem como o concerto de Noble e os DJ Rich & Mendes.

Sábado, 23 de setembro, será a grande noite das festas, com os cabeça de cartaz deste ano, os internacionais Gipsy Kings com Tonino Baliardo, seguido pelo concerto dos Bandazona. Para dia 24 de setembro (domingo) terá lugar o espetáculo “Revisitando o Festival da Canção”, interpretado pela Banda do Cercal, que nesta edição muito especial convida Mimicat, artista que representou Portugal na edição de 2023 deste certame internacional.

No dia 25 de setembro (segunda-feira), Némanus atuam, apresentando ao público os seus conhecidos êxitos e prometendo uma noite muito animada. A noite de terça-feira, dia 26 de setembro, estará a cargo dos GMB, que são já uma “tradição” no encerramento das festas sourenses.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA