cultura

Depois de esgotar duas datas em Lisboa, Slow J vai atuar na Queima das Fitas em Coimbra

O evento vai decorrer entre os dias 24 e 31 de maio e costuma ser um dos pontos mais altos de todo o ano no distrito.

A Queima das Fitas é um dos momentos mais marcantes na vida de qualquer estudante. No entanto, este evento em Coimbra não é pensado apenas para os alunos da cidade. A festa tem uma dimensão nacional, capaz de atrair dezenas de milhares de pessoas ao centro do País. Este ano, a festividade decorre entre os dias 24 e 31 de maio.

Todas as semanas têm sido divulgados os artistas do cartaz. Já são conhecidos nomes como Matue, um dos maiores artistas do trap brasileiro; Lon3r Johny, rapper português; Nininho Vaz Maia; ProfJam; diretamente de Porto Rico, Myke Towers e, ainda, Dillaz. A esta vasta e surpreendente lista, junta-se agora Slow J.

Após esgotar dois concertos na MEO Arena, nos dias 8 e 9 de março, o rapper setubalense estará de regresso ao maior evento estudantil do País, dia 30 de maio, no palco principal. Slow J nasceu em Setúbal, mas foi em Londres que deu os primeiros passos no mundo da música. Assim, descobriu a paixão pela guitarra e pelo Fruity Loops.

Este processo resultou no lançamento dos dois primeiros projetos, “The Free Food Tape EP” e “The Art Of Slowing Down”, com ajuda de familiares e amigos. Hoje, é um dos rappers mais influentes em Portugal e conta com mais de 700 mil ouvintes mensais, no Spotify.

O último trabalho publicado, “Afro Fado”, foi lançado em novembro de 2023 e evoca a herança africana, sem esquecer o passado. Chegou a bater recordes, ao tornar-se o álbum português mais ouvido de sempre, após o lançamento. Agora, poderá ouvi-lo no próximo dia 30 de maio, no palco principal do evento.

“É um artista conceituado na música portuguesa, com uma voz distintiva, habilidade lírica e uma presença de palco cativante”, salienta a organização do evento.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA