cultura

Convento São Francisco recebe primeira orquestra de samples em cadeira de rodas do mundo

O concerto está marcado para esta sexta-feira, 27 de outubro. Evento enquadra-se no programa do Fórum Esfera(s).
Ligados Às Máquinas utilizam samples sonoras para fazer as suas músicas.

O Convento São Francisco (CSF) vai receber um concerto diferente esta sexta-feira, dia 27 de outubro. O grupo musical Ligados Às Máquinas sobe ao Grande Auditório por volta das 11h45, sendo que a atuação vai terminar às 12h30. O evento encontra-se incluído no programa do Fórum Esfera(s), dinamizado pela Universidade de Coimbra, que vai decorrer entre os dias 27 e 28 de outubro.

Os Ligados Às Máquinas são a primeira orquestra de samples em cadeira de rodas do mundo. É composta por utentes da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (APCC). O grupo musical vai apresentar composições originais, que foram criadas através de samples sonoros escolhidos pelos membros integrantes do projeto.

No concerto, os Ligados Às Máquinas vão experimentar vários géneros musicais, do hip hop ao blues e até mesmo o fado. No entanto, sonoridades retiradas de publicidades e séries televisivas também vão ter lugar durante a atuação da banda. Nesse sentido, o trabalho musical do grupo é caracterizado pela APCC como “uma verdadeira manta de retalhos”.

Para assistir ao concerto é necessária inscrição no Fórum Esfera(s). A iniciativa é financiada pelo Plano Nacional de Resiliência a 100 por cento. O público-alvo, sobretudo estudantes e professores do ensino secundário, profissional e ensino superior, tem direito a meio crédito, como recompensa pela participação.

Esta orquestra já deu vários concertos pelo País e colaborou com diversos projetos. Alguns deles são, por exemplo, a orquestra comunitária “Nós 19”, em parceria com os estudantes do Curso Profissional de Jazz do Conservatório de Música de Coimbra. Outra contribuição do grupo foi no festival Nascentes de 2023, no qual 30 artistas nacionais cederam fragmentos sonoros para o grupo poder compor novas músicas.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA