cultura

Coimbra assinala Dia dos Museus com visitas guiadas, exposições e obras infantis

O programa inclui várias atividades, que pode aproveitar de forma gratuita e mediante reserva.
A iniciativa espalha-se pela cidade.

Coimbra é famosa pela sua longa história e o trabalho dos museus é imprescindível para preservá-la. Nesse sentido, a cidade está a preparar uma programação especial no âmbito da celebração do Dia Internacional dos Museus e a Noite Europeia dos Museus, assinalados no próximo sábado, dia 18 de maio. 

Ambas as datas são celebradas há alguns anos. O Dia Internacional dos Museus foi instituído, em 1977, com o objetivo de reforçar os laços dos museus com a sociedade, através da promoção cultural. Já a Noite Europeia dos Museus surgiu apenas em 2005, pelas mãos do Ministério da Cultura de França, desafiando os visitantes a conhecer os equipamentos no período noturno.

Assim, tanto o Museu Municipal de Coimbra como o Centro de Arte Contemporânea vão estar abertos até à meia-noite. Os dois espaços vão receber uma programação diferenciada com visitas guiadas a exposições, entre outras atividades. 

O Museu Municipal destaca a visita “O Guarda Chaves sobe à Torre de Almedina”, pelas 11 horas, que se destina ao público geral. Apesar de ser gratuito, é necessário inscrição através do contacto (239 718 238) ou email (geral@nullaescoladanoite.pt). Pelas 14h30 segue-se a exposição “O Fantasma da Liberdade — Teresa Lanceta”, patente na Sala da Cidade. A inscrição deve ser feita online através de um formulário

Há ainda a visita à exposição “Judeus de Coimbra” que percorrerá as ruas, ocupadas no passado pelas Judiarias de Coimbra. A iniciativa começa pelas 15h30 na Rua Corpo de Deus, junto à Rua Visconde da Luz, e dura cerca de 90 minutos. Para participar, precisa de integrar um grupo entre cinco e 25 pessoas e a inscrição deve ser feita por telefone (239 840 754) ou email (museu.municipal@nullcm-coimbra.pt).

Pelas 21 horas, está marcada a mostra acompanhada pela curadora Berta Duarte. A visita também é direcionada a grupos entre cinco e 25 pessoas. A inscrição deve ser feita através do telefone (239 840 754) e email (museu.municipal@nullcm-coimbra.pt). A programação estende-se pela noite fora. Às 22 horas, pode visitar a exposição do Edifício Chiado, “Nada me seduz tanto como poder parar”. Pode inscrever-se através dos mesmos contactos. 

A autarquia também integra a programação, enquanto fundadora da Coimbra Rede de Museus. Os “15 minutos sobre…” procura explicar a importância do trabalho de investigação e papel educativo dos museus. Ao longo do dia 18 de maio, a iniciativa convida cada parceiro a apresentar o tema a partir de uma obra da sua coleção. 

Para esse feito, a Casa-Museu Miguel Torga escolheu apresentar “na hora dos bichos”, o “conto mago”, pelas 10 horas. O Seminário Maior de Coimbra destaca o Monsenhor Nunes Pereira pelas 10h45. Pelas 11h30, a Casa-Museu Bissaya Barreto, é a vez do “retrato de Bissaya Barreto”, de José Malhoa. 

Na Casa-Museu Elysio de Moura, pode assistir ao “retrato de D. Celestina Salgado Zenha”, às 12h15. Por sua vez, o Museu Nacional Machado de Castro apresenta “O Tríptico de Santa Clara”, pelas 14 horas, e o Museu da Misericórdia “a iconografia da Virgem da Misericórdia” meia hora depois. 

Relativamente ao Museu Municipal de Coimbra, vai estar em destaque a obra “Mulher com criança aos ombros”, de José Tagarro, às 15 horas. O Museu da Água optou pela obra infantil, “Plim e o Ciclo da Água” de Joana Maciel pelas 15h45.

Já no Convento de Santa Clara-a-Velha vai estar o “Entre o Céu e a Terra — A Morte Na Clausura”, às 16h30. No Jardim Quinta das Lágrimas apresenta-se a “Fonte dos Amores” e, por fim, às 18 horas, em Santa Clara-a-Nova pode assistir ao “O túmulo de pedra da Rainha Santa Isabel”. Cada uma destas atividades tem uma duração de 15 minutos e pode participar mediante a ordem de chegada até ao limite previsto para cada espaço, se estiver completo. 

Caso prefira não sair de casa, carregue na galeria e conheça algumas das novas séries e temporadas que chegam às plataformas de streaming e canais de televisão em maio.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA