cultura

Casa das Artes de Miranda do Corvo recebe peça sobre Frida Khalo

Trigo Limpo Teatro ACERT apresenta uma adaptação dos escritos da pintora mexicana este sábado, 25 de março.
Fotografia de Carlos Teles.

Frida Khalo dispensa apresentações. A pintora mexicana famosa pelos seus retratos e obras inspiradas na natureza e em artefactos do México tornou-se numa referência. Apesar de nos ter deixado em 1954, a sua influência continua a sentir-se não só na arte, como na vida.

E é precisamente essa “mulher lutadora e talentosa” a principal personagem da mais recente produção do Trigo Limpo Teatro ACERT. A peça é apresentada este sábado, 25 de março, na Casa das Artes de Miranda do Corvo.

“Frida Kahlo, a filha da grande manhã” tem início às 21h30 e pretende dar a conhecer “os escritos de Frida Kahlo, fazendo deles objetos de diálogo com homens e mulheres determinantes no percurso de uma artista que nunca pretendeu ser endeusada”. “Frida Kahlo não é uma moda e, muito menos, um talismã oco de sentido. Frida Kahlo é muito mais do que um ícone da pintura mexicana ou uma mulher de flores na cabeça com bordados coloridos e sobrancelhas aparentes”, refere o grupo de Tondela.

A peça resulta de um trabalho de adaptações teatrais livres sobre obras ou pesquisas literárias que têm originado, anualmente e por ordem cronológica, a edição de 11 “Cadernos de Teatro”. “Com este espetáculo um novo texto vai emergir de uma opção artística que também contribui para o aparecimento de novos textos teatrais nacionais”, afirma ACERT.

Com encenação de José Rui Martins, “Frida Kahlo, a filha da grande manhã” conta com a interpretação de Ariana Neves, Mariana Rebelo, Pedro Sousa, Rui Damasceno e Sandra Santos. A música de cena será interpretada ao vivo e representará as telas de memórias de um imaginário profundamente mexicano.

Os ingressos custam 10€. Pode comprá-los na bilheteira da sala de espetáculos de Miranda do Corvo.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA