cultura

Atenção, a Serenata Monumental da Queima das Fitas de Coimbra foi cancelada

A comissão organizadora anunciou esta quarta-feira que, por motivos de segurança, o evento não poderá acontecer este ano.
O evento estava marcado no dia 24 de maio.

É oficial: o momento mais icónico da Queima das Fitas de Coimbra não vai acontecer. Como manda a tradição, a Serenata Monumental, que assinala a abertura oficial do evento, é realizada na Sé Velha de Coimbra. No entanto, este ano a comissão organizadora não conseguiu chegar a consenso e informou através das redes sociais, esta quarta-feira, 22 de maio, que a mesma será cancelada. 

De acordo com a organização, foram esgotados todos os prazos de modo a garantir as condições de segurança e logística, exigidas pelas autoridades competentes, para a realização da Serenata Monumental. “Até à data, como é público, não houve pareceres positivos expressos destas entidades para a realização da Serenata na Sé Velha. Porém, foi possível perceber que medidas seriam necessárias para a realização do evento, onde todos desejamos que ele possa acontecer”, explica a comissão. 

Antes dessa decisão, no dia 21 de maio, a comissão já tinha anunciado que estavam à espera de resposta. O prazo estipulado tinha sido 15 de maio, algo que não foi assegurado por parte da Sé Velha. Agora, por questões de segurança, não será possível realizar o evento nesse espaço.

Com o objetivo de resolver a situação, a comissão pensou na opção de se realizar o evento na Sé Nova. No entanto, a Secção de Fado da Associação Académica de Coimbra não aceitou a decisão e recusou-se a atuar em qualquer outro lugar, sem ser a Sé Velha. 

Nessa sequência de ações e decisões, a comissão organizadora viu-se obrigada a cancelar a Serenata Monumental. “A COQF não irá promover nenhum evento que não cumpra todos os requisitos exigidos pelas autoridades de segurança, nem organizará um evento sem as respetivas licenças e autorizações a que está, por lei, obrigada”, conclui a organização.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Queima das Fitas (@queimadasfitascoimbra)

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA