cultura

A exposição imersiva criada por artistas com paralisia cerebral

A mostra de pinturas e esculturas vai estar disponível até ao final do mês de maio, no Piso 1 do CoimbraShopping.
A entrada é livre.

O distrito de Coimbra tem uma agenda cultural diversificada. Se é fã de artes, temos mais uma sugestão. Há uma nova exposição de artes plásticas para ver no CoimbraShopping. Desta vez, todas as obras têm um toque especial, já que foram criadas por artistas da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra. 

Para quem não sabe, esta condição refere-se a diversas desordens no desenvolvimento do controlo motor e da postura. Afeta apenas dois em cada 1000 indivíduos e é mais comum em miúdos. Por isso, a Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra tem como missão promover a “integração social de pessoas em situação de desvantagem, com especial incidência nos que têm deficiência e/ou incapacidade”, pode ler-se no site oficial. 

A exposição vai estar patente até ao final deste mês, no espaço Cultura no Centro, localizado no Piso 1. As obras foram criadas na oficina da associação e refletem “expressões dos artistas e da identidade individual, revelando as suas visões e as influências que os moldaram”, salienta. 

As pinturas e esculturas são o resultado do trabalho e criatividade de duas dezenas de artistas. Há um pouco de tudo, desde composições imersivas, explosões de luz, traços carregados e ilustrações leves que se cruzam com linhas contorcidas e exageros cromáticos. O intuito é refletir a personalidade de cada artista. 

Além disso, a mostra convida os visitantes “a apreciar as obras pelo que são, desafiando-os a deixar de lado conceitos como arte inclusiva que, por si só, geram exclusão”, revela a organização. Outro dos intuitos é dar a conhecer o trabalho desenvolvido pela Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra.

“Por um lado, é mais um palco para obras de pintura e escultura desenvolvidas por artistas e, por outro, é também uma experiência cultural enriquecedora para todos os visitantes”, refere Ana Rita Batanete, diretora do shopping.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA