« 30 anos do Teatrão começam a ser festejados com um arraial popular

Engolir Sapos

A Criação Amarelo Silvestre sobe ao palco a 2 de dezembro pelas 21h30. "Em Portugal, existem entre centenas e milhares de sapos de loiça em estabelecimentos comerciais, uma minoria entre as maiorias dos produtos expostos. Os sapos existem para decorar. E para afastar. Ciganos. Se um sapo incomoda homens e mulheres de carne e osso, um sapo incomoda-nos a todos. Em palco estarão Pai e Filha. E sapos", refere a companhia.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA