compras

Vestidos florais únicos para aderir ao espírito da primavera (a partir de 7,99€)

O padrão clássico regressa todos os anos, mas nunca se torna aborrecido. Inspire-se nos modelos com muita pinta que escolhemos.
O estampado é uma escolha infalível.

Quando se fala nos estampados com flores, pensamos logo numa das frases do cinema mais conhecidas por todos os fashionistas: “Florais para a primavera? Revolucionário!”. No filme “O Diabo Veste Prada”, de 2006, Meryl Streep disse a frase de uma forma tão cínica e sarcástica que não ficou esquecida. O momento aconteceu quando uma colaboradora sugeriu o tema para um editorial da “Runway”, a revista fictícia em torno da qual se desenrola a ação da longa-metragem.

Uma coisa é certa: mesmo que não seja um padrão inovador, resulta sempre. Enquanto a personagem Miranda Priestly encarou o desenho como aborrecido, este regresso anual também é sinal de longevidade. Os vestidos inspirados na flora são um clássico seguro, ou seja, pode usar nesta estação e voltar a tirá-los do armário nos próximos anos — ao contrário de outras tendências passageiras.

O estilo tem resistido ao teste do tempo há vários séculos. Acredita-se que os estampados florais tiveram origem na Ásia. Os primeiros mercadores que viajavam até ao Oriente traziam para a Europa tecidos de seda estampados com desenhos de flores exóticas e vendiam-nos a preços elevados. À época, apenas as pessoas mais ricas na Europa podiam comprá-las.

Durante o século XIX, na Era Vitoriana, os padrões florais já não eram tão exclusivos. Uma das flores que mais vezes estavam representadas nos tecidos era o girassol. Tornou-se tão popular que passou a ser incorporado em azulejos, papéis de parede e, claro, nos tecidos.

Em 2023, os estampados florais são um fenómeno que encontra em várias formas e feitios, das marcas de luxo às retalhistas low cost. Fizeram parte dos desfiles mais recentes de marcas como Alexander McQueen, Vivienne Westwood, Carolina Herrera e Balenciaga, por exemplo, mas também são um destaque na Zara, Mango ou Stradivarius.

Outra vantagem é que, apesar do retorno anual do padrão, não precisa de recorrer a visuais entediantes. Muitas destas propostas refletem o que assistimos na natureza, já que a riqueza visual das flores — que não seguem um único padrão — significa assimetrias, misturas de cores e tamanhos ou formas singulares.

Dos mais românticos e adoráveis aos ousados, há vestidos florais para todos os gostos. A NiT fez uma seleção de modelos que estão à venda em Portugal com vários estilos, preços e marcas. Carregue na galeria para os conhecer.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA