Powered by CIM|RC

compras

Sensual e selvagem. Os vestidos animal print para os melhores looks de primavera

Há várias marcas acessíveis que utilizam este estampado e a NiT fez uma seleção de propostas para a estação.
Nunca sai de cena este estampado.

Antes de a estampa animal ser uma questão de moda era um sinal de poder. Utilizada pelos reis e pelas rainhas, era uma forma de apresentar o seu status à sociedade. Na década de 30 acabou por ganhar outro simbolismo, com vários designers e fabricantes a inspirarem-se no filme do “Tarzan, o Homem Macaco”, que estreou a 2 de abril de 1932.  

As personagens usavam roupas com estampados de animais, à época visto como algo aventureiro e emocionante. A partir daí, começaram a surgir várias peças de roupa com este padrão, que acabou por se tornar um clássico. A verdade é que é difícil encontrar uma mulher que não tenha pelo menos uma peça com este desenho no seu armário. Há quem diga que transmite confiança a quem o utiliza e que até quem ache que tem um certo sex appeal.

Entretanto, já seduziu várias estrelas. Georgina Rodríguez, Kendal e Kylie Jenner e Jaque Khury são apenas algumas delas. Uma coisa é certa: os anos passam, as tendências vão mudando, mas algo permanece igual no mundo da moda. Quando o designer Roberto Cavalli lança uma nova coleção, podemos contar sempre com todo o tipo de animal prints. Dos felinos mais exóticos à zebra, o designer italiano tem sempre propostas tão sensuais quanto glamorosas.

“O meu primeiro design com leopardo foi feito após ter visto um destes animais durante uma viagem”, contou o criativo numa entrevista à revista “Marie Claire”, em 2008. Acrescentando que “são os estampados mais bonitos do mundo”, sobretudo por ajudarem até as mulheres mais recatadas a libertarem o seu lado mais sensual.

Christian Dior também marcou toda esta era, ao vestir Mitzah Bricard, em 1947, com um vestido de seda em padrão leopardo, na apresentação da coleção Primavera/Verão desse ano.  Só há um problema. Uma peça destes famosos estilistas pode custar, pelo menos, um salário mínimo nacional. Há várias que, mesmo em promoção, custam mais de 1500 euros. Sem desconto, aproximam-se dos três mil euros. Felizmente, existem várias marcas acessíveis que tentam recriar o seu estilo e a NiT foi à procura delas.

Carregue na galeria para conhecer vários vestidos com padrão animal. Há de várias cores, cortes e feitios, só tem de escolher aquele com o qual se identificar mais.

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA