comida

Pharmácia: já abriu o primeiro bar dedicado à comunidade LGBT em Coimbra

O espaço foi inaugurado a 6 de julho e promete trazer "muita luz à cidade" com música e espetáculos de transformismo.
A diversão está garantida.

Apesar de Vicente Paredes não ser muito experiente no mundo dos negócios, é apaixonado pela missão do novo espaço em Coimbra e criação de eventos. Deixou temporariamente os palcos a full time, enquanto produtor executivo, para se dedicar a este projeto. A ele, juntou-se Gustavo Bueno, 30 anos, que já conta com alguns anos de experiência na área. A dupla prepara-se para assumir a nova gerência do Pharmácia, em Coimbra.

A ideia para este projeto nasceu na sua participação da Path — Plataforma Anti Transfobia e Homofobia em Coimbra. É um espaço criado e movimentado por voluntários onde organizam, por exemplo, marchas contra a homofobia, mercados, sessões de cinema e as icónicas festas Fora do Armário. No entanto, sentiam falta de um espaço animado e seguro além do que já existia.

“Há cerca de seis meses, tentámos fazer uma festa Pharmácia Pub através da plataforma e descobrimos que o espaço estava à procura de nova gerência. Juntou-se o útil ao agradável e passamos a assumir o espaço”, salienta o gerente de 28 anos. Apesar ser possível fazerem algumas festas da Path, é importante esclarecer que são duas entidades distintas.

O bar Pharmácia abre este sábado, 6 de julho, tornando-se assim o primeiro espaço para a comunidade LBGT em Coimbra. “Já era uma vontade nossa. O máximo que conseguíamos era ir a um bar LGBT Friendly”, explica. No historial do bar, não existe quaisquer predominâncias ou evidências de homofobia, tanto na gerência como nos clientes. “Resumindo, é um espaço onde os queer e os heterossexuais podem coexistir, mas não está programado para a comunidade LGBT”, conclui Vicente.

O nome advém da história do espaço. Antes de se tornar num spot de diversão noturna, era a Farmácia Baptista. Como fechou há menos de um ano, os responsáveis consideraram que fazia sentido manter o nome. A data do anúncio da abertura também não foi feita ao acaso, como não existia nenhuma forma de abrir o espaço em junho, conhecido como o mês do orgulho. No entanto, como o dia 28 de junho é importante para a comunidade queer, não podiam deixar de assinalar, daí ter sido anunciado nesse dia.

“A revolução começa connosco próprios” e foi essa a premissa que fez arrancar este projeto. Nesse sentido, o bar irá empregar apenas integrantes dessa comunidade. “Existe espaço para as pessoas cis na sociedade e a realidade é que existem muitas pessoas da comunidade que não conseguem encontrar trabalho devido a discriminações. Simplesmente não fazia sentido termos pessoas heterossexuais empregadas no bar”, explica. 

Na Pharmácia há apenas casas de banho mistas, “para que todos se possam sentir o mais confortável possível”. A decoração tem como objetivo homenagear as pessoas que iniciaram movimentos LGBT nos Estados Unidos da América, Brasil e em Portugal. “Queremos trazer muita luz para a cidade”, salienta. 

“Há uma sensação muito grande de comunidade e pretendemos criar um ponto de encontro sem vergonhas ou medo”, ressalva. A segurança é um dos pontos indiscutíveis do espaço e vai sempre existir seguranças à porta para evitar confusões ou atritos. Apesar de ser um bar para a comunidade LGBT é essencial salientar que são todos bem-vindos. “Nunca fechamos as portas a ninguém, só não toleramos a intolerância”. 

Carregue na galeria para conhecer o novo espaço em Coimbra.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Praça República 8 11
    3000-343 Coimbra
  • HORÁRIO
  • Terça a sábado das 20h às 4h
PREÇO MÉDIO
?
TIPO DE COMIDA
bar

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA