Powered by CIM|RC

comida

Pára tudo: a “verdadeira salsicha neerlandesa” está em Cantanhede

O Holandês abriu no final de janeiro e promete trazer vários petiscos tradicionais para o distrito de Coimbra.
Já pode visitar.

Existem países que são facilmente reconhecíveis pela comida que apresentam. Em Portugal, é a francesinha ou cozido à portuguesa. Já em Espanha, é a tradicional paella, no Brasil temos a feijoada e nos Países Baixos ninguém se pode ir embora sem experimentar as típicas salsichas.

São populares em todo o lado e existe grande polémica sobre a sua origem. Acredita-se que a receita tenha nascido em 1484, na Alemanha, criada pelas mãos de Johann Georghehner. O inventor viajou até Frankfurt para divulgar esta novidade, mas há quem acredite que tenha surgido em terras neerlandesas.

Apesar disso, todos sabemos que existem mil e uma formas de comer esta iguaria nos Países Baixos, que inovaram com imensas receitas. A boa notícia é que já não precisa de entrar no avião para provar a melhor salsicha de sempre. Basta ir ao Holandês, um snack-bar com todas as propostas tradicionais, que abriu no distrito de Coimbra.

O restaurante foi inaugurado no final de janeiro pelas mãos do neerlandês Davy Kools, de 42 anos. Apesar de estar em Portugal há apenas dez meses, o empresário não se arrepende da sua decisão. “Sempre fui feliz, trabalhava na Câmara Municipal, mas escolhi ter maior qualidade de vida”, explica. “A principal diferença que senti é que, em Portugal, não existe muita divisão entre as classes sociais, pelo menos, não tão acentuada como nos Países Baixos”, acrescenta.

Para essa missão, escolheu Cantanhede para esta aventura. “Não sabíamos para onde ir, então avançámos para o primeiro lugar que conseguimos arrendar, por pura surpresa”, explica. Davy veio com a mulher, o filho e o animal de estimação. Em pouco tempo, apaixonaram-se pelas paisagens e praias portuguesas. “Na realidade, a ideia nasceu da necessidade de arranjar um emprego. Foi algo que nunca tivemos feito até aqui, então estamos a experimentar”. O casal considera que era um conceito inexistente em Cantanhede e seria divertido mostrar o que melhor que há no seu país.

O Holandês serve vários petiscos tradicionais, das batatas fritas às salsichas. Além disso, tem ainda um espaço dedicado apenas à venda de produtos, como um mini mercado. Por isso, seja para consumir ou experimentar em casa, há muito por onde escolher.

Todas as propostas do menu são verdadeiramente tradicionais, com exceção da bebida. Aqui pode encontrar mais de dez petiscos diferentes, desde Frikandel (1,5€), que é uma salsicha de carne picada e especiarias, a Kaassouflê (1,5€), um soufflé de queijo e a mais famosa Rookworst, uma sandes de salsicha fumada (3,5€).

Para acompanhar o café, pode experimentar Stroopwafel (0,75€), um biscoito de caramelo, Bokkenpot (1,25€), um bolo recheado com creme e chocolate e ainda o appelflap (1,5€), um folhado de maçã. Juntamente com o vinho, pode sempre pedir Kassplankje (6€), uma tábua de queijos e enchidos ou o bitterbalen (3€), um croquete de carne de vaca. A especialidade são as batatas fritas (2,5€), que podem ter vários molhos, como maionese holandesa e ketchup picante.

Na secção da bebida, pode ainda experimentar um licor tradicional com sabor a stroopwafel. “Portugal tem café com pastel de nata, nos Países Baixos temos esta combinação característica”, conclui. Em abril, Davy planeia abrir o espaço para começar a receber almoços, com o objetivo de criar um local para reunir a comunidade. 

Carregue na galeria para conhecer O Holandês.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. Dr. António José da Silva Poiares 20
    3060-141 Cantanhede
  • HORÁRIO
  • Terça a sábado das 12h às 19h
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
Petiscos

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA