Powered by CIM|RC

comida

Tudo o que queria ouvir: a Brigadeiros do Brasil abriu a primeira loja em Coimbra

Depois de algumas obras, foi inaugurado um novo espaço no Mercado Municipal D. Pedro V.
Já pode visitar.

Há cerca de 20 anos, a vida de futebolista profissional trouxe Artur Silva, pela primeira vez, a Portugal. Passou pelo Porto, Póvoa de Varzim e, em pouco tempo, apaixonou-se completamente pelo nosso País. Apesar disso, regressou ao Brasil, onde construiu a própria família até o destino voltar a colocá-lo em terras nacionais. 

“A minha filha mais velha, Isadora Jacome, esteve a estudar em Coimbra durante quatro anos. Eu e a minha mulher, Hanayra Jacome, ficámos nesta cidade apenas duas semanas, mas tivemos logo a certeza que precisávamos de regressar de vez”, explica Artur. Foi nesse momento, que o atual proprietário dos Brigadeiros do Brasil começou a traçar um plano para voltar a Coimbra e conseguir ficar por cá.

A razão principal para essa mudança foi a segurança da família. “Ter duas filhas no Brasil é muito difícil, estamos sempre preocupados com assaltos. Em segundo lugar, pela facilidade da língua e, como já tinha cá morado e adorei, foi uma decisão fácil”. 

“O grande sonho era criar um negócio de que gostasse e como sou viciado em chocolate, só fazia sentido apostar nos brigadeiros. Como já tínhamos tudo planeado, o processo tornou-se mais fácil, o que nos permitiu abrir ao público em setembro de 2020”, explica. Em plena pandemia, Artur decidiu seguir em frente. “Claro que tivemos muito medo, mas como já tínhamos toda a documentação pronta, avançámos”. 

Durante três anos, a Brigadeiros do Brasil trabalhava na própria cozinha, por vendas diretas e através de encomendas. A meta sempre foi arranjar um pequeno espaço para vender os brigadeiros. Procuraram durante anos, até apostarem em dois quiosques ambulantes que lhes permitiram vender em diversos pontos da cidade. 

Na passada Sexta-Feira Santa, dia 29 de março, a primeira loja Brigadeiros do Brasil foi inaugurada no Mercado Municipal D. Pedro V. O espaço nasceu principalmente da necessidade de criar uma ligação mais próxima com os clientes, já que nas entregas existia pouca conversa. “A intenção é fazer parte da história do mercado”, salienta. 

Todo o negócio é gerido apenas pela família com o Artur na cozinha e as filhas, Isadora de 25 anos e Geovanna, de 19, que ajudam no atendimento e logística da empresa. A mulher, Hanayra Jacome, é a única que está fora do negócio, uma vez que trabalha como educadora social no Centro de Acolhimento do Loreto. 

Todas as receitas foram criadas pelas mãos de Artur, que concluiu diversos cursos. “Desde pequeno que sempre tive muita ligação aos brigadeiros, principalmente por estar na cozinha junto da minha avó”. Além de não ter grande segredo e inovação, Artur apostou em novos sabores que não existiam em Portugal. Entre eles, o chocolate branco com framboesa, de bacon e ainda de Ferrero Rocher. 

Há imensos sabores e combinações que pode fazer. Os brigadeiros custam 1,25€ cada um e pode escolher entre pistachio, amendoim, leite Nido com Nutella, surpresa de uva, M&M, beijinho de coco e ainda vegan. No entanto, também há bolos que pode encomendar, quer para festas de aniversário como casamentos.

A especialidade da casa são os naked cakes, uma grande tendência do momento e onde se veem as camadas e recheio. Há três opções: o Choculatudo, um bolo de cenoura e chocolate que custa entre 20€ e 60€; naked com frutos vermelhos, entre 24€ e 70€; e os naked duos e pedidos especiais com 30€ e 90€. 

Nestas opções são totalmente customizáveis. Para a massa pode decidir entre chocolate, cenoura, branquinho e de cacau. Para a cobertura e o recheio há chocolate, creme belga, pistachio, beijinho, amendoim, doce de leite, Ferrero, Raffaello e leite de Nido com Nutella. 

Carregue na galeria para conhecer a nova loja do Brigadeiros do Brasil, em Coimbra.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. Olímpio Nicolau Rui Fernandes 208
    3000-122 Coimbra
  • HORÁRIO
  • Terça a sábado das 10h às 18h
PREÇO MÉDIO
Entre 20€ e 30€
TIPO DE COMIDA
Pastelaria

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA