comida

Em Penela, não precisa de ir à caça dos melhores pratos

Semana Gastronómica da Caça realiza-se até domingo, 28 de maio. Cinco restaurantes aderiram ao convite da autarquia.
Foi dada total liberdade aos chefs locais.

Os melhores pratos de caça estão à prova até ao próximo domingo, 28 de maio, em Penela. Javali, lebre, veado, perdiz ou coelho fazem parte das ementas que estão a ser servidas em cinco restaurantes do concelho.

A sugestão para a criação destes pratos partiu da Câmara Municipal de Penela que, desta forma, quis antecipar a realização da Feira Medieval durante o fim de semana de 27 e 28 de maio. “D. Sesnando” (Penela, junto à Praça da República); “Fora da Lei” (Penela, na rua de Coimbra), “Pastor” (Pastor, no IC3), “ViRiDi” (Penela, no Parque das Águas Romanas) e “Xisto” (Praia Fluvial da Louçainha, na Serra do Espinhal) são os espaços onde poderão ser degustados estes sabores tão característicos desta zona servida pelas serras de Janeanes ou de Sicó. 

Segundo Eduardo Nogueira dos Santos, presidente do município, o objetivo da primeira edição da Semana Gastronómica da Caça é “enaltecer a gastronomia local e valorizar os produtos endógenos”, convidando desta forma à visita ao concelho. O autarca refere ainda que este evento pretende ser “um momento enaltecedor da gastronomia local no seu conjunto”. Aos estabelecimentos foi dada total liberdade de criarem as suas ementas dentro da temática, dando assim lugar à criatividade dos chefs e permitindo ao público fruir dos produtos associados às atividades cinegéticas enquadrados nos conceitos próprios de cada espaço, criando assim também um roteiro diferenciado.

Refira-se que a Feira Medieval de Penela é o segundo certame mais antigo do País e que proporciona um verdadeiro momento de cooperação e articulação entre a escola e a comunidade, concretizado através da participação ativa de todos os parceiros, que, ao longo dos anos, se transformou numa concreta afirmação da identidade local, aliada à origem medieval de Penela e que se tornou numa referência a nível regional.

A Feira Medieval de Penela resulta de uma colaboração tripartida entre o Município de Penela, o Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro e a Associação de Pais do Agrupamento de Escolas. Penela, que obteve carta de foral em 1137, pretende desta forma “materializar a valorização do património histórico e cultural”, promovendo o seu “usufruto como espaço e tempo de memórias vivas”, adiantou o autarca.

Carregue na galeria e conheça alguns dos pratos servidos nos restaurantes de Penela.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA