Powered by CIM|RC

comida

A nova edição da mostra de doçaria conventual regressa a Coimbra em março

O evento vai contar com degustações, workshops e muitos doces tradicionais da região. A entrada é livre.
O evento é gratuito.

A XIII Mostra de Doçaria Conventual e Contemporânea de Coimbra está de volta à cidade. O evento está marcado para os dias 9 e 10 de março, no Convento São Francisco e na Capela da Ordem Terceira. Este é um formato “renovado e inovador que cruza a tradição com a contemporaneidade”, explica a Câmara Municipal de Coimbra.

A nova edição conta com 47 expositores de doces conventuais. O objetivo é mostrar a “herança doceira, legado de congregações religiosas dos três conventos de Coimbra – Celas, Santa Clara e Sant’Anna”. Por isso, aqui podemos encontrar o pastel de Santa Clara, arrufada de Coimbra, pudim das Clarissas e ainda outros doces da região do centro, desde Alcobaça a Aveiro.

A programação começa no dia 8 de março, na Sala Conventual, com um espetáculo teatral imersivo. Comer com os Olhos com encenação de Giacomo Scalisi e Rosário Pinheiro. O texto é original de Afonso Cruz e interpretação de Matilde Real, no qual o público poderá preparar e degustar a sua própria refeição.

No sábado, 9 de março, o 25 de abril não ficará esquecido. A programação Doces Proibidos une a leitura de poesia com esta data histórica, num workshop dado pelos mestres chocolateiros do Centro Cavalo Azul. Aqui irá aprender a confecionar o bombom Sabor da Liberdade.

Para as famílias, a livraria Bruaá irá dinamizar os Doces Contos. É uma narração de contos relacionado com uma temática doce, as inscrição são feitas através do email (shop@nullbruaa.pt) ou contacto telefónico (938 649 027). No café-concerto podemos também assistir À roda do tacho e aprender os segredos do arroz-doce perfeito.

Relativamente à animação musical estará a cargo “da voz inconfundível de Buba Espinho” e às ” às conimbricenses Coro das Mulheres da Fábrica”. A atuação única terá lugar no palco do Grande Auditório do Convento São Francisco.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Bruno Aleixo (@brunoaleixooficial)

MAIS HISTÓRIAS DE COIMBRA

AGENDA